sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Os Milagres de Deus

 
Você acredita em milagres ? Não ? Sabia que só o fato de seu coração continuar batendo já é um milagre ? 
Sabia que quando as coisas estão difíceis e você vê a tão famosa luz no fim do túnel é milagre de Deus ?
Read More

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Tem certeza que você está sozinho ?

Você pode estar sem o apoio dos amigos, da família, você aparentemente está sozinho, mas Deus está sempre perto de você, acredite.
Read More

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

De que tamanho é o seu gigante ?

Muitas vezes, a dificuldade é tão grande, mas tão grande, que nós somos inferiorizados, mas saiba, maior é o nosso Deus
Read More

"Lobos vestidos de ovelhas" por Ferreira Jorae



Eis que vos envio como ovelhas entre lobos, sêde prudentes como as serpentes e símplices como as pombas.
(Mt 10: 16)

Onde estão as ovelhas?

Achei intrigante por além de Deus requerer que sejamos como ovelhas, requer que sejamos ovelhas no meio de lobos. Qual a diferença entre lobo e ovelha para que eu possa me identificar? Pensando nisso encontrei três diferenças.
Primeiramente tanto lobos como ovelhas vivem em sociedade, contudo a sociedade dos lobos é caótica, vivem em rivalidade e só vivem juntos por necessidade, enquanto a sociedade das ovelhas é pacífica e uma ajuda a outra, as mais velhas ensinando as mais jovens a perceber o perigo.
Outra distinção é o interesse, enquanto as ovelhas procuram vegetais, os lobos gostam de carne e sangue. As ovelhas não tem prazer e nem pensam no mal dos outros, já para os lobos a morte de um lobo é sinônimo de comida.
A maior distinção entre lobos e ovelhas é a existência do pastor. Os lobos não possuem pastor, eles tem que aprender sozinhos as manhas da sobrevivência, já as ovelhas possuem um pastor que é capaz de morrer pelas suas ovelhas.
Distinguir a diferença entre lobos e ovelhas é perceber como realmente estamos em locais selvagens, onde necessitamos da manha dos lobos para sobreviver. Impressionante como estamos cercados por lobos que só estão perto de você por benefício próprio, sem nenhuma consideração, onde às vezes se você se der mal pode ser vantajoso.  É perceptível o sofrimento da vida solitária de um lobo dentro de uma alcatéia. Mesmo no meio de um grupo é cada um por si...
Somos lobos quando vemos o mundo na ótica do lobo, quando aprendemos as manhas de sobrevivência por ter a certeza que ninguém é por nós, que temos que nos virar para viver. A ovelha deixa de ser ovelha quando ela passa a ser carnívora, para ser carnívora ela terá que ter todo o aparato de lobo. Para sermos ovelhas no meio de lobo é necessário termos um foco diferente dos lobos, temos que ter perceber o mundo na ótica de ovelha. Vejo muitos cristãos que possuem a mesma visão de mundo de um não-cristão e que por isso tem um trato social igual ou pior do que um não-cristão.
Onde foram as ovelhas do Senhor? Nas igrejas vejo é muito lobo disfarçado de ovelhas, por não considerar uns aos outros, pelo contrário é ‘cobra comendo cobra’. Por querer o melhor para si, por pensar só em si.
Percebo que o Senhor nos envia como ovelhas no meio de lobos porque enquanto Ele, o Bom Pastor, estiver junto com suas ovelhas nenhum lobo poderá nos fazer mal. Essa é a grande diferença, não preciso pensar muito em mim, não preciso ter manhas de sobrevivência, não preciso ser maior que ninguém, e nem em querer ter maior vantagem, pois temos um pastor e nada nos faltará.
Muito interessante é que o Salmos mais conhecido é o23: “O Senhor é o meu pastor: nada me faltará. Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso; refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.”(Sl 23: 1-3) Repilo a idéia de alguns que interpretam “...nada me faltará..” para incluir malefícios; os malefícios vêm quando inventamos de dar uma de lobo, ou quando pelo menos trocamos nossa ótica de ovelha pela ótica do lobo. A ótica da ovelha só vê verde, só vê esperança, enquanto a ótica do lobo só vê sangue e morte....

ferreirajorae@gmail.com 


domingo, 22 de janeiro de 2012

Lobos vestidos de Ovelhas

                           Muitas vezes não conhecemos direito as pessoas ao nosso redor e nem procuramos conhecer e no final acabamos vendo a máscara cair, acabamos vendo as reais intenções das pessoas, ou muitas vezes, nos deixamos levar por elas
Read More

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

As promessas não vão morrer

Muitas vezes pensamos que Deus nos abandonou e que ele não vai cumprir a promessa das nossas vidas que um dia ele fez, mas não se preocupe, Deus é fiel, pode demorar o tempo que for, mas ele vai fazer o que um dia ele prometeu, nem se preocupe com isso. Porque Deus sabe a hora certa para tudo e pode crer, vai vir no momento certo.
E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. (I João 2:25)
Read More

Levante a cabeça !

Muitas vezes as pessoas colocam em sua cabeça que você não é nada, que você não vai conseguir, que não vai dar certo e muitas vezes você acaba concordando e baixando sua cabeça, subestimando muitas vezes a sua capacidade de conseguir vencer. Isso provém daquele que não quer ver seu sucesso, não quer ver sua vitória, O acusador, mais conhecido como Diabo ou Satanás.
Read More

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Deus não é Palhaço (Servindo a Deus com seriedade)

 Queridos irmãos, para muitos, essa palavra pode ser forte demais, mas é um assunto que devemos tratar, porque hoje em dia o que tem de pessoas que não levam Deus com seriedadade, não é brincadeira. O fato de Deus ser fiel e de perdoar nossos pecados é um fato, mas Jesus exige que quando passarmos a segui-lo nós abandonemos nossas antigas práticas. Hoje em dia existem muitas pessoas que vão para igreja e pecam, até aí tudo bem, porque não somos perfeitos. Mas persistir no pecado e ficar com a famosa frase "Deus vai me perdoar" ou ficar com aquele famoso versículo:

se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. (I João 2:1)
 Tudo bem, Deus está sim disposto a perdoar nossos pecados, a esquecer nosso passado e nos fazer uma nova criatura, mas muitas vezes não permitimos, muitas vezes deixamos nosso pecado reinar e quando paramos para pensar, aí lembramos "Jesus é nosso advogado, meus pecados vão ser perdoados". De fato, eles são, mas, pare e reflita:
Qual foi a mudança espiritual que eu senti na minha vida durante esse tempo de pecado ?
Deus perdoa nossos pecados, mas ele quer que nós sejamos livres do pecado, tanto que nos versículos seguintes de I João 2, diz que nós devemos guardar os seus mandamentos, ou seja, devemos ter uma vida de acordo com a vontade de Deus, de acordo com a palavra de Deus, aí sim teremos uma vida digna de um servo de Cristo. Deus nos adverte, mas de uma maneira especial, de uma maneira corretiva, uma maneira para nos fazer aprender e realmente haver uma mudança em nós.
Faça esse propósito com Deus, tenha uma vida de acordo com a vontade Dele.

A paz do senhor para todos, se puderem ler os capítulos 1 e 2 de I João para ter uma reflexão maior com a palavra de Deus, com certeza vai ser ótimo para você !

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Não Olhe Para Trás

 

Antes vocês estavam separados de Deus e, em suas mentes, eram inimigos por causa do mau procedimento de vocês. Mas agora ele os reconciliou pelo corpo físico de Cristo, mediante a morte, para apresentá-los diante dele santos, inculpáveis e livres de qualquer acusação, desde que continuem alicerçados e firmes na fé, sem se afastarem da esperança do evangelho, que vocês ouviram e que tem sido proclamado a todos os que estão debaixo do céu. Colossenses 1:21-23
Meus queridos, não adianta você olhar para trás, se culpando pelo que você fez antes de conhecer a Cristo, porque assim que aceitamos a Cristo como nosso Salvador, nós somos automaticamente justificados, ou seja, o que nós fizemos antes não importa mais para Deus, nosso passado foi apagado. Pode até importar para as pessoas, mas para Deus não. Mas não adianta se iludir achando que porque vai para a Igreja ou porque aceitou a Jesus que isso vai garantir sua salvação. Claro, isso é o primeiro passo, mas não é o suficiente, tem que haver também uma santificação, ou seja, abandonar o pecado. Não é fácil, mas Deus nos ajuda com sua força e cada vez que damos lugar, ele opera. Faça isso ! Deixe Deus agir em sua vida e mostre para as pessoas que você mudou, mostre que você agora é justificado e que pertence à Cristo, mostre a sua diferença e espalhe para as pessoas as grandes obras que Cristo pode fazer em uma vida.
  
Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte. Romanos 8:1-2

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Jesus - Nossa Fortaleza & Refúgio por Ferreira Jorae

O que fiz, porém, foi por amor de meu nome, para que não fosse profanado diante das nações perante as quais os fiz sair”.
(Ez 20:14)

Jesus: o poder desse nome


                Nesses últimos tempos há uma inquietação no meu ser, uma chama que começa a se inflamar e uma voz que sussurra em meu coração: Onde está a grandeza do meu nome? Diante de tantas tribulações e de tantas desesperanças onde está o povo que se chama pelo nome do Senhor? Onde estam aqueles que carregam o nome de Cristo? Quando o mundo crucificou Jesus, pensou-se que seria o fim, mas na realidade fora só o começo. Aquele pescador que negara seu mestre três vezes, depois da crucificação o defendia a plenos pulmões e pregava boas-novas, e seu fim fora morrer crucificado de cabeça para baixo por não se achar digno de morrer como seu mestre. E aquele fariseu que saia a cavalo para caçar cristãos e depois de se encontrar com o Senhor se transformou e passou a defender o nome a qual perseguia.
                Recebemos a graça de termos sidos escolhidos para fazer parte de um povo que outrora era seguido por uma descendência de sangue e fora passada a uma descendência espiritual, o que temos feito com essa dádiva? Naquele dia levantei-lhes a minha mão, e jurei tirá-los da terra do Egito para uma terra que lhes tinha previsto, a qual mana leite e mel, coroa de todas as terras”. (Ez 20: 6) Será que temos usufruído desta terra ou como os nossos antepassados temos sido infiéis? Mas se rebelaram contra mim e não me quiseram ouvir; ninguém lançava de si as abominações de que se agradavam os seus olhos, nem abandonava os ídolos do Egito”. (Ez 20: 8) Temos sido como os “egípcios” temos as suas mesmas ambições e nos prostramos para aquilo que podemos ver e não ampliamos nossos olhos da fé para crer que tudo já está feito e que só falta ser manifestado, onde está a ambição de ver o nome de Jesus grande?
                Para um povo idólatra fora necessário estatutos e juízos para um recomeço e por eles viver, para que percebam suas falhas e sua ineficiência e buscarem a purificação e santificação do Senhor, mas como nossos antepassados: mas a casa de Israel se rebelaram contra mim no deserto, não andando nos meus estatutos e rejeitando os meus juízos, os quais, cumprindo o homem, viverá por eles; e profanaram grandemente os sábados”. (Ez 20: 13) Temos vivido como pecadores e Deus sabe que somos falhos, mas também ignoramos os sábados, os momentos de parar a carreira e reconhecer nossas falhas e santificarmos, de lembrarmos que Jesus, o último sacrifício, nos lavou de todos os pecados, mas parece que temos esquecido desse nome e do que ele significa.
                O homem parece estar fadado ao fracasso, mas o Senhor sempre busca honrar seu nome, pois se esperasse pelo homem esse nome seria esquecido como se tem, atualmente, a leve impressão que esse nome esteja adormecido. Sabereis que eu o Senhor, quando eu proceder para convosco por amor de meu nome, não segundo os vossos maus caminhos, nem segundo os vossos feitos corruptos, ó casa de Israel, diz o Senhor”. (Ez 20: 44) A simplicidade que precisamos fazer para contemplarmos as obras que o Senhor preparou, não somos capazes de fazer pois somos aptos a querermos fazer cousas grandes as quais não podemos fazer, para termos o nosso nome engrandecido em detrimento do nome que deveríamos ressaltar. O que precisamos fazer é adorar o Senhor como agradecimento por tudo o que tens feito e ainda irá fazer. Nosso erro é corrermos demais, seguindo o que nossos olhos maus visam, e vamos transgredindo, mas não paramos para refletir até para saber se vale a pena continuar. Assim, pois, não depende de quem quer, ou de quem corre, mas de usar Deus a sua misericórdia”. (Rm 9: 16)
                Paulo deixou várias considerações, que contextualiza toda essa temática da importância dos sábados e de fazer o nome de Jesus engrandecido, entre elas se têm: Regozijaivos sempre[trazer a memória aquilo que gera esperança para que possa brotar um sorriso verdadeiro em nossos lábios]. Orai sem cessar[não é ficar de olhos fechados, mas reconhecer em todos os momentos as limitações e deixar o Senhor no controle], em tudo daí graças, porque é dá vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco [entregar a plenos pulmões as bênçãos que temos recebido e as provações que no final nos fará crescer], não apagueis o Espírito [entre várias vantagens de acender a chama do Espírito, ressaltar a comunhão, pois o Espírito tem uma forte atração], não desprezeis as profecias [tanto a que ouvimos quanto a que devemos proferir, isso inclui palavras de benção], julgai todas as cousas, retendo o que é bom [e isso a começar pelo que vai sair de nossa boca que é nosso principal inimigo]; abstende-vos de toda forma de mal [nos santificarmos, e para isso devemos parar e sondar todo o possível mal que esteja arraigado em nós] ”. Essas são atitudes simples mas que poderá construir um verdadeiro impacto, onde o povo do Senhor será reconhecido e o nome do Senhor Jesus será engrandecido, como ele deve ser.Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus”. (Mt 5: 16)
ferreirajorae@gmail.com
Gostou? Entra em contato... 

sábado, 14 de janeiro de 2012

"Sal da Terra & Luz do Mundo" por Ferreira Jorae

“Filho! Estou contando a sua história, não a dela. A cada um conto a história que lhe pertence.”
(Aslam em ‘O cavalo e seu menino’ em Crônicas de Nárnia – vol. III)


Luz, Câmera e Ação

          Cada um tem a sua história e querendo ou não vivemos nossas histórias entrelaçadamente. Pensando nisso podemos nos deter em algumas considerações.       Temos prestado atenção no desenrolar de nossa própria história ou temos nos preocupado mais com a história dos outros.? ...somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens.” (I Co 4: 9b) Na nossa história há vários participantes e não são só humanos, pois não nos detemos nas questões espirituais. Lembro-me da história de Jó em que o mesmo não estava ciente da suposta ‘aposta’ feita entre Deus e Satanás. Fora isso, ainda temos citado na Palavra a respeito de principados e potestades. Em suma, muita coisa está em jogo na nossa história muito mais do que estamos cientes.
          Outra questão relevante: somos o protagonista de nossa própria história ou participamos como coadjuvante? Muitas vezes queremos delegar a responsabilidade de nossa própria história aos outros, e eu incluo Deus nesses outros. Precisamos parar de questionar ‘porque Deus?’, ‘porque o Senhor não intervém’ e passarmos a decidirmos sobre o rumo de nossa história mesmo sabendo que o Senhor não está alheio a ela. Contudo devemos ser protagonista.
          Como temos atuado como coadjuvante nas histórias de nossos próximos? Temos roubado a cena? Temos que respeitar a história dos outros. Alguns querem se passar por sábios e mestres se baseando em suas próprias histórias para se intrometer na história alheia. Conheço pessoas que querem ser o protagonista das histórias de todos ao seu redor em detrimento de sua própria história.
          Muitas vezes na história do outro somos apenas figurantes. Não interagimos com o protagonista da história, mas isso não quer dizer que nossa presença não é importante. Temos que nos resguardar do desejo inerente do ser humano de querer chamar a atenção, de ser reconhecido. Também temos que estar cientes que não podemos ‘abarcar o mundo com as pernas’, não podemos intervir diretamente em todas as histórias. Contudo podemos intervir indiretamente em todas através da oração e intercessão.
          Enfim temos que ter o cuidado para não atuarmos como antagonista na história do outro. Porque só existe um antagonista em comum a todas as histórias, mas que na maioria das vezes atua indiretamente através daqueles que não vigiam suas próprias ações. ...não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.” (Ef 6: 12)“...eu assim corro, não como a coisa incerta; assim combato, não como batendo no ar. Antes, Subjugo o meu corpo e o reduzo á servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado.” (I Co 9: 26-27)
            “...para Sartre, não faz sentido perguntar pelo sentido da vida em geral. Em outras palavras, estamos condenados à improvisação. Somos como atores que são colocados num palco sem termos decorado um papel, sem um roteiro definido e sem um “ponto” para nos sussurrar ao ouvido o que devemos dizer ou fazer. Nós mesmos temos de decidir como queremos viver.” (extraído do livro ‘O mundo de Sofia’)

ferreirajorae@gmail.com
Gostou?! Entra em contato!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Recomendação: O Peregrino (Filme)



Gente, encontrei no Youtube um filme que assisti uma vez na minha igreja, é muito bom, mostra como é a caminhada do Cristão até a salvação em Cristo Jesus, recomendo para todos assistirem, garanto que vocês não serão os mesmos depois desse filme.


O peregrino - Uma Jornada para o céu

Sal da Terra & Luz do Mundo


"Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens.
Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte.
E, também, ninguém acende uma candeia e a coloca debaixo de uma vasilha. Pelo contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa.
Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus". 

(Mateus 5:13-16)


Fica bem claro no versículo que Deus não quer que sejamos apenas mais um nesse mundo, devemos fazer a diferença, devemos ter uma vida no altar de Deus e iluminar as pessoas com nossa presença, para que as pessoas vejam a diferença que Deus faz em nossas vidas. Mas, uma coisa importante que nós devemos ter é o equilíbrio. Por exemplo, comida salgada demais não é boa, concorda ? E comida sem sal também não é agradável, mas na medida certa fica ótima, não é ? É assim que devemos ser, temperados na medida certa. Da mesma maneira a luz, luz demais nos deixa cegos, mas a luz é necessária para sair da escuridão, por isso, seja a luz para aquela pessoa que está na escuridão, tempere a vida dela com palavras de esperança, de motivação e peça para que Jesus com sua luz venha iluminar a vida dessa pessoa, mas o que puder fazer, FAÇA ! Porque o que está ao nosso alcance é dever nosso fazer e o que não está, Jesus opera e pode ter certeza que Jesus faz uma verdadeira transformação. Se você está na escuridão e precisa de uma luz e um tempero de motivação em sua vida, entregue ela a Jesus, porque ele irá fazer maravilhas em você.

Faça a sua parte, transmita nas pessoas a sua paz, transmita o amor de Cristo, seja uma pessoa que possa servir de exemplo para os outros, faça a diferença, ilumine as pessoas e influencie elas positivamente a encontrar a verdadeira luz que é JESUS 

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Jesus - Nossa Fortaleza & Refúgio

"O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus é a minha rocha, em que me refugio; o meu escudo e o meu poderoso salvador. Ele é a minha torre alta, o meu abrigo seguro. És o meu salvador, que me salva dos violentos. " (2 Samuel 22:2-3)

Jesus é o motivo pelo qual nos mantemos vivos, o motivo da nossa liberdade, o motivo da nossa existência, por isso, se você está triste, lembre-se que Ele te ama e está presente em seus momentos de dificuldades e que está sempre cuidando de você, te protegendo do mal, te amando. Não existe amor maior do que o amor que Jesus tem por nós, apesar de nossas fraquezas. Ele nos amou e morreu por nossos pecados, ele nos ama. Ele nos perdoa quando nos dobramos em sua presença e pedimos sua misericórdia, ele apagou nosso passado e nos fez uma nova criatura, um vaso novo. Quando você estiver fraco, precisando de ajuda, peça a Ele, porque Ele é fiel, o teu refúgio e a tua fortaleza, Ele é Jesus.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Um viver santo: Resistindo à tentação


 E o Senhor Deus ordenou ao homem: "Coma livremente de qualquer árvore do jardim, mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá". (Gênesis 2:16-17)

Deus ordenou isso a Adão e Eva como prova de obediência deles e todos nós sabemos como essa história terminou. Isso trouxe consequências grandes para a humanidade e a serpente (o Diabo) continua em nosso meio, em busca de uma vulnerabilidade para que possa nos atacar de várias maneiras e uma delas é a tentação. Jesus diz em Mateus:
"Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca". Mateus 26:41
Portanto nós devemos seguir a orientação de Deus, o que não é uma tarefa fácil, mas saiba de uma coisa: Nós nunca somos tentados de uma maneira que não possamos suportar. Os passos para não cair em tentação são: Fortalecer o Espírito Santo que habita em nós, se afastar de pessoas, lugares ou coisas que te levem a pecar e ter uma vida de constante oração e adoração a Deus. Resistir a tentação é o primeiro passo para um viver santo.
Não se preocupe, se você errar, você tem um advogado dos céus para te defender, mas faça sempre um esforço para deixar o pecado porque é o que Deus quer em nossas vidas, ele ama o pecador, mas abomina o pecado.

1 João 2:1-6

Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo. Sabemos que o conhecemos, se obedecemos aos seus mandamentos. Aquele que diz: "Eu o conheço", mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele. Mas, se alguém obedece à sua palavra, nele verdadeiramente o amor de Deus está aperfeiçoado. Desta forma sabemos que estamos nele: aquele que afirma que permanece nele, deve andar como ele andou.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Vivendo para Deus


Agora que o Espírito Santo de Deus habita em nosso ser, devemos dar lugar para que ele possa fazer sua obra em nossas vidas e para isso devemos renunciar muitas coisas que fazíamos e que éramos para deixar Deus fazer a obra. Obviamente, isso não acontecerá do dia para a noite, é um processo gradativo, ou seja, uma coisa que vai acontecendo aos poucos, gradativamente... Para algumas pessoas acontecem mais rápido e para outras acontecem mais lentamente, porque isso depende do quanto você está dando lugar para Deus. Faça uma comparação do que você era meses atrás e do que você é hoje, você já pode perceber que Deus já agiu em sua vida. As pessoas que te conhecem já devem ter percebido a diferença e você, agradeça a Deus por ele estar te moldando um novo ser, porque ele quer mesmo é que sejamos diferentes.

1 Pedro 4: 1-4

1 Portanto, uma vez que Cristo sofreu corporalmente, armem-se também do mesmo pensamento, pois aquele que sofreu em seu corpo rompeu com o pecado,
2 para que, no tempo que lhe resta, não viva mais para satisfazer os maus desejos humanos, mas sim para fazer a vontade de Deus.
3 No passado vocês já gastaram tempo suficiente fazendo o que agrada aos pagãos. Naquele tempo vocês viviam em libertinagem, na sensualidade, nas bebedeiras, orgias e farras, e na idolatria repugnante.
4 Eles acham estranho que vocês não se lancem com eles na mesma torrente de imoralidade, e por isso os insultam.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Como ter uma vida santa



Essas são algumas das várias instruções que Deus nos dá através da bíblia para alcançarmos a santidade e termos uma vida agradável a Deus:
  • Manter os pensamentos nas coisas do alto e não nas coisas terrenas

  • Manifestar Cristo em sua vida

  • Fazer morrer a nossa natureza carnal

  • Abandonar as coisas que não agradam a Deus e abandonar o velho homem (o que você era antes de aceitar Jesus como seu Salvador)

  • Se revestir de profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência.

  • Aprender a perdoar as pessoas

  • Que a palavra de Deus habite em seu coração

Esses são alguns passos, muitas dessas virtudes são difíceis de adquirir, não é uma coisa que você vai mudar de uma hora para outra, Deus aos poucos vai moldando em você um novo caráter (na medida em que você dá lugar a ele). Outro detalhe importante, nós somos imperfeitos, mas Deus nos diz para buscarmos a perfeição, para sermos santos como ele é santo. Claro que nós não vamos nos tornar perfeitos como Jesus, até porque nossa natureza humana é falha, mas Deus se agrada quando buscamos agradar a ele.